Como fazer fotos 360º para o meu negócio?

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Sabe aquele engajamento que a sua empresa tanto precisa? Ele tem maiores chances de acontecer quando o seu negócio ganha mais visibilidade. Isso, no entanto, não quer dizer aparecer a qualquer custo, e sim fazer uso de técnicas e ferramentas que darão resultados rápidos e efetivos.

Hoje vamos te ensinar como fazer fotos 360º, uma tendência que veio para ficar e que pode ser ótima para seu negócio. Confira:

O que é uma fotografia 360°?

Você certamente já viu uma foto de imersão e se lembra disso. Ela cria uma interação maior entre as partes envolvidas, pois, como o próprio nome já diz, o assunto é capturado em 360°, permitindo que você se sinta observando o local.

O resultado é como se fosse uma fotografia em movimento na qual mais detalhes da cena são retidos. Imagine um cenário composto de um lago, uma montanha e o céu azul. Em uma fotografia normal, é impossível enquadrar todos esses elementos na mesma imagem — exceto se você estiver bem distante deles (em um mirante, por exemplo) ou com uma lente grande angular, o que não proporciona a mesma experiência de uma foto 360º.

Outra situação oposta mas igualmente complexa é a fotografia de ambientes pequenos. Você já tentou fotografar o seu escritório? Por mais que você se espreite no cantinho da sala, acaba pegando sempre os mesmos ângulos ou partes importantes ficam cortadas.

Pois é para essas situações que a fotografia 360º é perfeita. Seja para registrar um apartamento decorado para venda, uma cozinha de restaurante ou a parte interna de uma loja de acessórios, ou seja, cenários que pedem ângulos maiores e mais dinâmicos, essa fotografia permite que seu negócio ganhe uma representação visual inovadora e ainda mais autêntica.

Para que serve?

Agora que você entendeu que existem determinados tipos de cenas que só podem ser capturadas com perfeição pela fotografia 360º, fica a pergunta: como ela pode dar retorno para um empreendimento? É simples: esse tipo de imagem prende mais o espectador do que as fotografias normais.

Além disso, em determinados ramos elas são essenciais para alavancar as vendas de produtos ou serviços. Já pensou buscar por um hotel e poder ver a fotografia dos quartos em 360º? Ou ainda: ter um spa e exibir todas regalias oferecidas em um tour virtual? Isso faz toda a diferença na abordagem e no poder de decisão do cliente.

Como fazer fotos 360°?

Apesar dos inúmeros recursos já disponíveis no mercado para realizar a fotografia 360°, temos que usar o bom senso a favor da nossa empresa. Não adianta de nada dominar a técnica se você não tem os equipamentos adequados ou vice-versa.

Portanto, solicite um orçamento aqui e se surpreenda com o quanto você pode economizar ao contratar uma equipe profissional para roteirizar, dirigir, capturar e editar a fotografia em 360º do seu negócio.

No entanto, para você ter uma breve noção de como fazer esse tipo de fotografia, descubra agora quais são os equipamentos necessários:

Câmera Profissional

As chamadas DSLR são câmeras que permitem a configuração da abertura do diafragma, velocidade do obturador, sensibilidade do ISO e a troca de lentes. Esses ajustes são fundamentais para uma imagem de qualidade, mesmo em ambientes com luz e tamanho inadequados. As mais famosas são as DSLR da Nikon ou Canon.

Lente grande angular

Essas lentes conseguem capturar imagens mais abertas (10mm). Por exemplo, dependendo do tamanho dela, o fotógrafo pode focar em um objeto que está à sua frente e conseguir pegar a ponta dos próprios pés na composição. Mas atenção: as fisheye (olhos de peixe), como também são conhecidas, podem distorcer o ambiente, então é preciso saber bem quando e como empregá-las.

Anel panorâmico

Esse é um acessório que ajuda a manter o giro da lente na mesma altura. Uma fotografia 360º nada mais é do que a união de várias fotos que vão se complementando. Se em uma delas você baixar ou levantar demais a câmera, terá como resultado uma espécie de zigue-zague bem no meio da sua imagem. É o que chamamos de ponto nodal: você não pode perdê-lo de vista.

Tripé

Ele é essencial para evitar erros grotescos como imagens tortas, tremidas ou com campos de visão diferentes em cada fotografia. Lembre-se: o segredo para fazer uma foto 360º é manter uma uniformidade da sequência de registros para juntar tudo isso depois em uma única imagem.

Programa de edição

Depois de fazer todas as imagens com muito cuidado em relação ao ponto nodal, diferenças de iluminação e ajustes da câmera, é hora de juntar todas as fotos. Para isso, os softwares mais tradicionais como Lightroom ou Photoshop são os mais indicados, uma vez que você também poderá corrigir ou aperfeiçoar outros detalhes durante a edição.

Celular

A maioria dos smartphones já oferecem recursos para fotografia 360º, geralmente sob o nome de “panorâmica”. Outros inúmeros aplicativos também dão uma forcinha para o efeito. A ideia é boa para quem quer fazer alguns testes ou produzir fotografias mais despojadas, sem intenção comercial.

Onde publicar uma fotografia 360º?

Desde que o Facebook adotou a ferramenta para visualizar fotografias em 360º, ela ganhou ainda mais espaço nas redes sociais. Mas não é só isso: dá para aumentar muito o fluxo do site de sua empresa colocando esse tipo de foto lá.

Com ela, você poderá fazer uma apresentação incrível do seu trabalho, negócio ou serviço. As pessoas que estiverem vendo a partir do smartphone, tablet ou computador poderão imergir no seu ambiente, aumentando significativamente o engajamento deles em sua causa.

Outra ferramenta poderosa de interação e visualização é o Street View Trusted do Google, que permite um tour virtual por dentro da sua loja, restaurante ou pet shop, só para citar alguns setores. Ou seja: em uma busca rápida, o cliente em potencial não só pode achar seu negócio pelo Google Maps, como visitá-lo virtualmente, gostar do espaço e entrar em contato.

Quanto custa fazer fotografias em 360º?

Se você prefere economizar e contar com um serviço mais profissional, você deve contratar uma empresa especialista no assunto. Isso te garante prazos seguros, edição de qualidade e imagens prontas para uso em diferentes plataformas.

Entretanto, se você preferir comprar os equipamentos listados anteriormente, vai ter que pagar um pouco mais e o retorno virá a longo prazo. É importante também investir em bons cursos de fotografia e marketing digital para não deixar os equipamentos obsoletos.

Se você tem curiosidade e deseja obter um orçamento sem compromisso, entre em contato conosco. Responderemos o mais breve possível e teremos a solução perfeita para o que você precisa.

Postagens relacionadas

Solicite uma proposta ou visita

Veja como colocar o tour virtual em prática no seu negócio!

Central de Atendimento em todo o Brasil

0800 024 3603